Sep 17, 2010

Envolta.

Foi mais um daqueles dias cheios. Eu venho fazendo as mesma coisas todos os dias, nos mesmos dias da semana. Sim, também foi uma semana cheia, cheia de acontecimentos importantes, de 'revelações', de coisas que eu talvez não quisesse dizer de verdade. Eu tinha certeza do que eu iria ouvir, saber, mas na real, eu não queria de fato ver tudo aquilo. Foi um balde de água fria em minhas costas nuas e mais uma página arrancada do meu diário interno na qual não irei esquecer e que ainda quero escrever novamente sobre. Estou no início de uma amizade na qual espero que dure muito pois sinto algo bom refletido nisso. Eu queria abraçar esse novo amigo, sabe, o carinho que tenho por ele é uma coisa esquisita, excepcional. Eu queria vê-lo fazer alguém feliz e rir da cara dele, de bobo. Mas são coisas que ele nem sonha em saber. 


O passado se mostrou presente e vivo na lembrança, de ambos. Eu dei risada mas no fundo vi que não era nada engraçado. Eu tentei tirar minhas dúvidas e todas se reuniram em uma única resposta. Mas eu sei com toda a certeza que eu não farei nada do que fiz antes acontecer novamente. Sem erro, sem punições. O tempo está passando tão rápido que me sinto caindo em um precipício fundo demais para se saber a sua profundeza e eu estou sem sorte para jogar uma moeda para o alto e tentar algo que me salve. Me sinto presa aos meus tempos de menina e mais presa ainda aos tempos crescida, com a percepção aguçada, jogadas imparciais e decisões controversas. Eu não quero voltar no tempo, não quero mudar nada, só quero que o amanhã chegue um pouco mais devagar. 

2 comentários:

Moda said...

amei o blog, parabéns.

dá uma olhadinha no meu ;)
http://blogparadise-moda.blogspot.com/

Andre Mansim said...

é minha amiga, hahaha, as vezes a gente fica meio perdido no tempo, mas uma hora a gente acorda e vê que tudo é muito simples, afinal é só a vida!!!

Parabens pelo blog!

http://amansim.blogspot.com/
visita lá, será bem vinda!

Post a Comment